PORTAL DE EVENTOS DO IFSP ITAPETININGA, III CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO IFSP ITAPETININGA - ISSN 2318-311X

Tamanho da fonte: 
PERCEPÇÕES DE PROFESSORAS ALFABETIZADORAS SOBRE O PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA (PNAIC) NO MUNICÍPIO DE VOTORANTIM/SP
Samara Elyza Macedo, Fabrício Nascimento

Última alteração: 2015-06-12

Resumo


Introdução: O relato que aqui se esboça, surge assim, a partir de minha participação como orientadora de estudos do PNAIC – Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC), em regime de colaboração entre os entes federados -União, estado e municípios- em parceria com as Universidades, o PNAIC propõe-se assegurar a alfabetização em âmbito nacional a todas as crianças, até os oito anos de idade, matriculadas nas séries iniciais do Ensino Fundamental. Objetivo: Inserida nesse contexto, também como professora alfabetizadora, indaguei-me qual seria a percepção dos professores alfabetizadores participantes do programa de formação de professores no âmbito do PNAIC no Município de Votorantim/SP, e propus-me a pesquisar e a conhecer esses olhares sobre o programa de formação continuada para professores alfabetizadores. Assim, adentrei a academia por meio do programa de Mestrado em Educação pela UFSCar – Sorocaba, a fim de compreender a fundamentação teórica que abarca a proposta e verificar sua implementação e adesão pelos professores no município de Votorantim. Metodologia: Abordando uma perspectiva qualitativa, a pesquisa, ainda em andamento, procura construir dados junto aos professores alfabetizadores por meio de questionários semiestruturados e, posteriormente, por meio de entrevistas, refletindo a partir de pressupostos teóricos que destacam o protagonismo do professor nos processos de sua formação contínua. Resultados: Ao longo desses dois anos, como orientadora de estudos, percebo que a proposta, assim como anteriores, está pautada em uma concepção de “aprender a ensinar”, em que além do suporte técnico e financeiro, já estão preestabelecidos cronogramas e metodologias como positivas e afirmativas, excludentes a oportunidade de crítica e emancipação. Conclusão: A presente pesquisa, ainda em andamento, pretende relatar as experiências vividas como orientadora junto aos professores alfabetizadores no programa de formação continuada, bem como as construções realizadas no andamento da pesquisa a respeito de qual a percepção dos professores sobre o PNAIC e como visualizam e concebem interferências em suas práticas educativas.


Palavras-chave


formação de professores;PNAIC;alfabetização

Texto completo: PDF