PORTAL DE EVENTOS DO IFSP ITAPETININGA, III CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO IFSP ITAPETININGA - ISSN 2318-311X

Tamanho da fonte: 
SISTEMA DE REAPROVEITAMENTO DE ÁGUA PARA FINS NÃO POTAVEIS, ATRAVES DA COLETA DE ÁGUA DE CHUVA E DE AR CONDICIONADO
William Wagner Medeiros, Keren Luiza Ramos

Última alteração: 2015-06-12

Resumo


Introdução: O sistema de reaproveitamento de água para fins não potáveis tem como característica principal um dimensionamento prévio da capacidade de coleta, pois quando este é feito de maneira errônea pode se inviabilizar a aplicação. Visando evitar tal acontecimento este trabalho possui como ponto inicial a verificação da pluviometria na cidade de Itapetininga. Sendo pluviometria a quantidade de chuvas que cai sobre uma determinada região é de grande importância o seu estudo para que seja possível o dimensionamento do sistema. A pluviometria é medida pela altura em milímetros de água em um copo especialmente graduado para esse fim, onde 1 mm de chuva equivale a 1 litro de chuva por metro quadrado e seus dados podem ser apresentados por dia, mês ou ano para poder se comparar com outras épocas ou regiões. Objetivo: O objetivo geral é a implementação de um sistema de coleta de água de ar condicionado e de chuva em diferentes pontos do departamento de mecânica no Instituo Federal de São Paulo Campus de Itapetininga e o objetivo especifico alcançado até o momento é o levantamento de dados pluviométricos do Município de Itapetininga. Metodologia: A metodologia do trabalho se fez por meio de referencia bibliográfica e levou em consideração a base de dados do centro integrado de informações agrometerológicas do Estado de São Paulo (CIIAGRO) desde o ano de 2008, tido como um ano de baixo índice pluviométrico, até março de 2015. Resultados: Foi feita uma comparação da quantidade de chuva durante os janeiro de 2008 a março de 2015 e a analise dos resultados demonstraram que o mês de Janeiro, tido com um mês típico de chuva, em 2015 resultou em um baixo índice pluviométrico. Conclusão: A análise dos resultados no permite concluir inicialmente que é viável a aplicação de um sistema de coleta no local e que os primeiros meses do ano de 2015 se aproximaram do período de baixa pluviometria presenciado em 2008 e que devido a isso se faz necessário um cuidado maior na próxima etapa do projeto que se refere a demanda necessária para manter o sistema.

Palavras-chave


ÁGUA, CAPTAÇÃO, REUSO

Texto completo: PDF