PORTAL DE EVENTOS DO IFSP ITAPETININGA, III CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO IFSP ITAPETININGA - ISSN 2318-311X

Tamanho da fonte: 
O USO DO “SPOT TEST” E DA ESPECTROSCOPIA NA REGIÃO DO INFRAVERMELHO NO ESTUDO DA ESTABILIDADE DE MEDICAMENTOS À BASE DE ÁCIDO ACETILSALICÍLICO
Barbara Scola Rodrigues, Pedro Miranda Junior

Última alteração: 2015-06-12

Resumo


Neste trabalho avaliou-se a robustez do "spot test" utilizando cloreto de ferro III e da análise de espectroscopia na região do infravermelho (IV) como métodos de análise de estabilidade de comprimidos à base de ácido acetilsalicílico (AAS) em diferentes condicões de umidade. Para tal finalidade foram utilizadas duas marcas de comprimidos e o AAS sintetizado e purificado, parte de cada uma das amostras foi estocada conforme recomendado pelo fabricante e a outra parte, exposta à ambiente úmido. Os resultados obtidos pelo "spot test" indicaram que em todas as amostras estocadas em condições de umidade houve a formação de subproduto do AAS ( o ácido salicílico - AS) pela formação de um complexo arroxeado com íons de ferro III, embora os picos do AS não tenham sido de fácil identificação nos espectros, as diferenciações apresentadas foram as largas bandas na região de 3400 cm^-1, correspondentes ao estiramento do OH presente na molécula de água.

 


Palavras-chave


spot test; espectroscopia na região do infravermelho; ácido acetilsalicílico; estabilidade de fármacos

Texto completo: PDF